Obra completa

Yorumlar

Transkript

Obra completa
Ai«lgB«mrai •saa
25.°
anno
Llsk*«
FUNDADOR: PEDRO CORRÊA
1 mez. .•
800 réia
Aaaaaoioe: lirii, 20 rs.; 1.*
8 aaeaea •
900
»
pag., 100 ra.$ oorpo do jor-
Avulso..
10
9
nal com ttavasoto, 60 réia.
DA
SILVA
TELEPHONE N.- 117
Sabbado 18 do janeiro
de 1896
IstragJlo, a
OiuiQiioiáoi i cairos utt|H| Ne&utaB-u
Editor NapoBsaral J. M. Baptista d« Carvalha
mm adaaiaistraçicj
Os
Companhias estrangeiras,
expedicionários
Prohibil-as?!...
O
(Está quieto!)
prepara
Compram collecçõas iateiraa,
repatriados
claeau
da Cosia
Sagrado
Eatra
(Capitão do titado maior)
a
boje na Real Capella de
Noasa Senhora da 8*ude.
bique, e prestou, d oiii qualidade,
serviços distinctissimos.
Ferreira da Coita
muito novo ainda.
de oatabro
é um offiaial
Nasceu
de 1865,
em 14
e aliiton se
no exercito a 29 de jalho de 1879
A sua promoção a alferes data de
13 de jsneiro do 1886,
promovido
a
em
e
25
do
a capitão
em 13 de fevereiro de 1889.
Foi am doi estudantes mail notáveis do sen oarso e deizoa nome
distincto em todas as escolas sn •
dos Anjoa diatribuiram se
completos,
arros
constando de sopa de
com feijão
calhau
com batatas,
rações
na
e
completos,
maasa
da tarde
qulzerem
as
suas
o
praao
El Rei andou
messas. devem prevenir
São innumeros os pedidos de bi-
a administração até sex-
lhetes para este extraordinário espectáculo,
ta feira»
TVr
ur#
MaIIo
menu
°°" P" * .
l0l
b0aPi-
da
Pereira,
Sé Patriarchal,
uma
Consultorio
missa e credo que deve ser execu-
especial do aaedicisa homcepathi-
tada pela primeira vez na festsde
ca; da 1 áa 3 h. R. dot Chagas,
S. Sebisti&o
tt,
cramento.
taea homceepathicoa.
D. Julia de Castro Gomes Monteiro.
D. Branca Ferreira da Silva.
na freguesia do Sa-
D. Augusta
Castro.
com g<ão,
bacalhau
variss
D. Maria Henriqueta Potsch da Costa Carvalho Talone (Ribamar).
com
I os srs.:
da
Costa
e
do
almirantado, conce-
aposentação
com
a
ordinarla, que
pensão
anaual
Vicente
Baptista Pirea Junior,
rofessor
do
lyceu
nacional
f'aro, idem.
Vasco
septentrional
de 8ouaa Calvet de Ma-
galhães,
o centro
da penin-
nomeado
de
aapirante
1 ■
e
2/
repartição
geral da contabilidade publica.
do
Barros,
Francisco
parocho
oollado
na
egreja de S. Pedro de Mernfa, do
Negocios de Bolsa
Bolsa
a
C.
daa
oonoelho
official—Acções
Agu-ís,
da
22 040; acções da
C.* Tecidoa Lisbonense, 115^000;
obrlg.
prediaes,
54/5000;
6
0â0,
ções
da C * de
8/500;
Moçambique, réis
obrig.
Ambacas, 73/000;
da C.a
obrig.
Aguas,
coup., réis
68/900; obrig. 4 040,1888,16/950;
inac.
dinaria
aaaent,
t.
g.,
36,30;
insc.
coup., t. g.# 36 OjO.
•
•
com
a penaão annual de
Na eatação do caminho de ferro
de S. Mamede, foi hontem colhida
—Regressou do Porto o sr. Viscon-
por um comboio uma mulher, cuja
de de Mangualde,
—Está em Lisboa o sr. Conde da
Silva.
—Está em Lisboa o sr. José Rino.
identidade se ignora.
Ficou bsstante maltratada, tendo
que
recolher
ao hospital das
—Chegou hontem a Lisboa no SudExpress o sr. José Luciano de Azeve-
Caldas da Rainhs, onde se encontra em estado grave.
dos
correios
que o
Manuel Joaquim Gonçalves, demittido
do
gratuito
Las Zapatilhas.
La Meneguilda.
Los Africanistas.
classe,
da
em
eatação poatal de 2.B
Pinheiro,
Francisco
Povoa
de
Rodrigues d'Araujo,
nomeado para o substituir,Préga
k chorar...
Amor. . e banhos de chuva.
8 1|4—PRINCIPE REAL.
egreja
pela
da
primeira
Estrella, na
Conceição,
festa da
A's 8 1|2—REAL COLTSEO.
Companhia equestre, gymnastics,
acrobatics e cómica de Gil Vicente
Alegria.
SALAO DO REAL COLYSEO.
Perdi media vida mia
Todos os dias das 2 ás 5 da tar-
Por otro placer igual.
acrobatics e cómica, sob a direcção
Y la otra media daria
Campoámor .
de D. Enriaue Diax.
EXPOSIÇÃO
SICAO IMPERIAL. — Durante
esta semana: a imponente collecção
Vigny:—«Não
ha nenhum homem que tenha
di-
reito a desprezar 01 homens.»
Os homens, admittimos.
Alguns
mens, não.
de vistas de Lourdes a Montecarlo.
ho-
Echo do Brazil, folha do Rio
de Janeiro, informa que n'aquella
capital" se
agita muito a idóa de
Á rida át
«ligar».
fazer transportar para o Brasil oa
reatoa
dor
mortaes do finado Impera-
D. Pedro II, que estão depo-
sitados no pantheon da familia de
Bragança em S. Vicente de Fóra.
CV «esmo jornal aocreacenta que
*/• eatÀ formada uma oommiaaão
para tratar do assumpto, e que ae
eapera
que
o governo brazileiro
Depois de tomar o pulso ao enfermeiro
e
examinal-o
detida-
mente, dis-lhe o medico:
—Meu
amigo,
dioa; o que
nada
doutor, eu
sou
cartei-
mas
prestará
siiciouzso
mm
ceição
na
feata da Con-
egreja doa Caetanos a
e assentares praça,
aua irmandade diatribue um bodo
Não vás p ra marinha;
Vai p'ra voluntários
aos pobres.
Da nossa rainha.
sa, ao Bom Successo, foi entalado
aos cylindros de uma maobina do
Graciosa,
a
lho
os seus olhos são d'esses que, no di•
zer
do
gem
pinha», e de Gertrudes Magna, fi-
O iafelis
Anda
que em
sempre
com
uma amiga,
altura é a antithese d'ella.
WERG 189• MEIN NlCHT.
que lhe prestou
o sr. dr. Castello
Branco, medico
posto
Regando do meu suor
Campos que não eram meu*;
nasmo
Velho e com pouca saúde,
applausoi
Faltam me as forças, senhor,
bisadas os
Peço por amor de Dcub!
tos números de musica.
o
o
e
pumico featejoa
festejou com
publico
toda a peça,
qae teve
melhores e mais boni-
No cartsz de hoje estão annun—Qae lindo pagem!
Escusado é dizer que esta exclamação pertence á sr.a Zawner.
Cosmopolitas.
ciadas
Zipatillas,
Africanistas,
Assistiram
*0 espectáculo de hon
tem no theatro do Gymnasio as sr."
dessa
d'Avila,
de Bolama, Con-
Viscondessa de Fal-
carreira, D. Zalmira
Franco Teixei-
CondêMadss (nlTeias, D
Mana
M&d. Querèsmá Vianna
te|
q
e
Anna Bernex de Serpa Pimenfllha,
D.Alice Franco Ribeiro,
D Laura Moreira Pereira Leite, D.
Emma d'Oliveira Moreira, D. Marga
J
Cass„ dos
00 D. Amelia.
da
che-
tarde a cata
Costa Ribei-
já annunciam
1* tiple,
d'eata
que
ru» de Carva-
cea, , vjodo depoia recolhido no
no hospita» a9 s. José.
O iafelis rapa® w.
gentil e festejada
coo
o aea talento
seu pae, que se aoha entreva* •»
de quatro irmãoa menores.
Foi hontem condasido ao hospital de S. José,
s. ex.*
toda a offi-
a guarda de honra
uma força sob
ou
°
'
»'mpnh5
Amanha,
„aT5r?8a da. Paflt®.
na egreja
nos, celebra-se a festa da Senhora
o commando de um capitão com a
da Divina
respectiva banda.
trumental, orando
(Correspondente).
Providencia,
os
Anto-
nio Sequeira, tripulante da fragata n.* 10 E 42,
gallega,
natural
de Alde-
que eatando a deeearre-
gar casooa de vinho no oaes do sr.
Martini, em Xibreeaa,
cahiu-lho
um em cima, fasenao-lhe um grave ferimento na oabeça e outro no
nariz.
Rua dos Condes
O publico aabiu hontem enthusistir á Francillon, que na verdateve
um
desempenho
A
ços,
formosa
comedia de Domas
vista
para
muito
porque
que
todos,
á
os seus esf *-
ella
merecesse o
agrado com que foi saudada.
O
que
é preciso, porém, fazer
resaltar
é
Lucilia
recebeu
uma
Simõas
longa
e
que
mcrec&ds
ovação. Cabendo-lhe um papel de
responsabilidade como ella o disse, tendo tão pouco tempo de scene,
é
extraordinário.
Ha-de
ser
uma grande actris!
Mencione-se também
Simões,
Lucinda
e Posser que apresentou
uma magnifioa caracterissçãc.
Como
soena
lever
o
de riieau
subiu á
Busto, ^Alberto Braga,
um mimo litterario cheio d'espirito.
A
falta
d'espsço
remmir as nossas
obriga noa a
impres*õ s que
não podem ser mais agradaveis.
Politica aliemã
Berlim
0
16, n.
parlamento
Imperial
discutin
augmentando os direitos sobre os
cereaes. Com os direitos actuaes s*>
aproveitam as republicas Argentina
e do Chile. O Barão Marschall de
Sarmento Osorio, etc.
Foi
hontem
muito
concorrida a
|e
em que
o frio é de
Alli vimos as sr." Condessa d'Alte
filha D Victoria, Condessa da Sil-
Barão de Kanitz
Breterstein, secretario d'Kstado doa
NegociDS Estrangeiros do Império,
combateu a proposta, e sffirmou que
a situação geral da agriculturr. na
Allemanha não é tão má como se
diz.
va Sanches e filha, D. Izabel O'Neill,
D. Augusta Ferreira d'Aievedo Gas-
Telegram mas em deposito
José
Pinheiro,
Hofcol
Nações;
de Ferreira Lima e filha, D. Josepha
Aogobasta
Sandoval de Vasconcellos e Sousa, a
distincta escriptora D. Claudia de
Avenida Liberdade, 212; Antonio
Campos
e
fllha D.
Dilara, Condessa
por ins- \^e Thomar (D. Emilia), D. Josephina
reverendos I Wan
dr. Garcia Dinia e Napoleão.
onde ficoa,
se Ferreira, D. Theodolinda Tavares,
D. Maria da Conceição Vellasques
t.ut.P. aympathia. deixoa « LU-
A' gare do caminho de ferro foi
g,
hoje a proposta do
no em Lisboa,
excepção.
para breve a reap
do Boas Sui-
d, Branca Ferreira Pinto, D. Horten
Avenida, e a tarde esteve agradabi lissima, como são as tarde de inverGonzalez
parição
D.
Anj0Si
\hõ~Q. Maria Antónia Ferreira Pinto,
Os cartas es-aviso do D. Amelia
Da passagem para Évora,
cumprimentar
e
sanie
empregaram
uma recita adoravel
BEJA, 17, á. 6 h. e 10' da t.—
no comboio
Menegilda
de
uma,
dessa de Fouquier, D Marianna Andrade de Castro Guimarães, Mad. Cade Chueca, pira o deaempenho,
__fu„ 1 orai
bral Metello,
ineieiiu, D.
u. Alice
aiiuc Munró
iuuuiu dos
aua An
nupara tudo eafim, vib ou o
t u- L
d. Fanny, D. Adelaide
e
irmã
Trabalhei em quanto puie,
logo os pri-
meiros socaorros,
ser
rida Chaves dos Santos Silva, D. Eli
sa Guerra e irmã, D. Marianna Montenegro (Castello de Paiva), Viscon-
Las Zapatillas
reoebea
deve
miah* terra, ião os mais
raros e os mats faícinan.es que ha.
de Carlos Ferreira, o «Cara-
selheiro Manuel Ignacio de Amorim
Novaes.
—Estão em Portalegre os srs. Vis-
primoroso auctor dai Vi»-
da
Augusto Ferreira, fi-
correcto.
Daqueza d'Avila e
sui physionomia e
C«rlos
Santo Antonio de Lourido.
—Regressou de Vianna o sr. Con-
Foi am aaccesso para a musica
cialidade deinfanteria 17, faseado
da
do seu dançir e a affabits-
dadeiro:
ro.
lho Imperador.
Por occaaião
0 que se nâo pôde dizer que seja
vida mal empregada!
—Vejam a Aida: os bois, no Or'en-
cidade o sr. general
todas as
honrss oflloiaes ao cadaver do ve-
se denunciou pelo facto de enviar
um perfil na mesma letra.
Mas nós somos de segredo: um
dade que a distingue.
gou
ro!...
não só se não oppor& a esae pensamento,
nos enviou uma nola mundana, que
gancta
Ao Diário IUuitrado.
muito exeraicio.
-—Mas,
Mad. Blond, que
de lanifícios portugue-
de
rar a tua figura mignonoe, a de -1
de reme-
o senhor precisa é de
na fabrica
da manhã,
res.
—Está no Porto o sr. Visconde de
d Arcos, não podia detxir de admv
te, eram passeados n'um andor.
Bons tempos!
—De João de Deus, triste e ver-
Da peutaaiU per áii
Da Alfredo de
a
poço.
—De Bocage:
Continua languidez lhe gasta a vida.
Pór cierto placar fatal,
«o
Homem Selvagem».
A's 8 ti2—COLYSEO DOS RECREIOS.
Espectáculo dedicado ás damas.
Companhia equestre, gymnastics,
Novella: novello... do sexo feminino.
—Notaremos
litterarias
Hontem áa 10 horas
siasmado d'aquelle theatro ao as-
de de Caria.
^
„
1
—Chegou de Portalegre com sua
Qutm entram no eanno de Paço ex
es*osa 0 8r. Jali£ Levita.
Em poucas linhas
adido á embaixada
goe o sr. Antonio Portugal de Faria,
secretario da legação em Buenos-Ay-
condes de S. Thiago de Cayolla.
—Regressou a GDuveia o sr. Con-
na
o rev. João José Csl-
Pérolas
de e das 8 á meia noite.
Exposição de
Rham-A-Sama
ves
deira.
Beneficio.
29 ou honra e gloria.
8 li2—ROA DOS CONDES.
"rancillon.
O
EDUARDO AUGUST3 FERREIRA DA COSTA
logar de encarregado
Lanhoso.
A's 8 1|4—TRINDADE.
A Cigarra.
8 lj4—GYMNASIO
Beneficio.
hespanhol,
de Hsspanha n esta côrte. Ha dias
foi-lhe rei ta uma operação pelo sr.
dr. Gama Pinto, com a assistência do
sr. dr. Luiz Costa.
do, acompanhado de sua familia.
No mesmo comb)io também che-
Diário deve publicar hoja:
Ks 8 1|4—D. MARIA.
A fera amarrada.
A'S 8 1|2—D. AMKLIA.
cito
rado com esmagamento dos ossos.
teverde, esposa e filho.
—Está em Lisboa o sr. general
Palma tVelho, commandante da segunda divisão militar.
Na linha de Oeste
Despachos
•
— Tem estado bastante doente,
com um soffrimento de olhos, o sr.
D. Emilio Godinez, official do exer-
cando com o braço direito fractu-
lho d'aquella respeitável senhora o
sr. Marianno Rodrigues Cardoso e
esposa a sr." D. Carlota Monteverde
Cardoso e o sr. Emilio Achilles Mon-
424/750 réis.
inac. coop , t g., 36 OjO;
Boina Commercial—Ac-
de Monaão e dioceae de
Braga, concedida apoaentaç&o or-
aseent,
insc. coup. tit. de 100^000, 36,10.
sessões do supremo tribunal administrarivo.
ãos
tonio Nicolau Sabbo, e de seu filho
Augusto Sabbo.
nEntre outras pessoas, foram
a
bordo fazer as suas despedidas o fi-
Albino
assistido ás
amassar o linho o menor de 15 an-
^m, 15 do corrente, no vapor da aiaid
TQ*leia,
para Pangim, (índia Português,) ,
sr.â D. Maria Joaquina Sabbo, em
companhia de seu marido o sr. An-
da direoção
não tem
Manuel Eduardo Martins.
Jorge Campos e Mattos.
Antonio Portocarrero da Camara
Partiu ante-uo
p»ra um logar
vago no quadro da
Preabytero
fula.
motivo,
Severo Ernesto dos Anjos.
Mello Cabral.
Manuel Domingues Santos.
de
p
hoje
esse
Desastres
Dr. Antonio Joaquim d'Araujo Juzarte.
Dr. Adolpho da Cunha Pimentel.
Adolpho Alves Pinto Villar.
Eduardo José Rendo.
correspondente ao seu vencimento.
na
deslocou-se pa-
da Affonseca Sousa e
•
Tem estado doen'e o sr. Conselheiro Telles de Vasconcellos, que. p-jr
D. Carlos da Camara Leme.
Augusto
Mad. Magna de Car-
valho, etc.
D. Rosa Margarida Sanches de Sousa Miranda.
D. Emilia de Andrade O'Neill.
organista
compos
selles Paratys,
Condessa de Castro.
D. Laura Cesarina Iglesias.
D. Maxima Magdalena Jorge.
que por todos os moti-
O sr. Costa
d'Oliveira,
Júdice,
Mad.
Canedo
D. Elvira Leger e fllha, Mesdemoi-
Faiem amanhã anãos as sr.":
vos deve aer brilhantíssimo.
1 01
passeando de tarde
na Avenida, a cavallo.
de preferencia
para os srs. assignantes.
re-
Mesdemoiselles Santos e Silva. D.
Laura Moreira Pereira Leite, D Emma
d'Oliveira Moreira, D. Emma
•
artistica do insi-
gne tenor termina hoje ás 4 horas
correspon-
que
festa
constando de sopa de
requereu,
entre 4 e 5 millimetros.
na parte
dentes,
a
gqlhães e filha D. Maria Antónia, Viscondessa de Sisteilo, Condessa de
Santa Luzia e filhas, D. Clementina
Conde Saraiva, Mad. Braga Iglesias,
jas, qaeijo, figoa e noaea.
Nos Açores diminuiu a pressão
ENE, estando
theatro do Gymnasio.
batatas, pão, vinho, peros, laran-
dida
to do quadrante NE.
ra
a ultima doa Huguenot its.
2:082 rações; média 391 jantarea
temperatura, predominando o ven-
O anti-cyslone
vinho,
Na d Alcantara distribuíram-ae
conselho
peqaents alte-
pressão,
que
Sousa, 2 • official da secretaria do
d» temp#
No reino hoave
recita do celebre tenor Marco ai e
Para
sa realisa a penúltima
Despachos de hontem:
util
geral
pão,
ba-
1
Filippe
Estado
encarnado,
queijo, laranjas, figos e noses.
periores por onde pssson.
Secção
nossos
de Freitas Jacome. Condessa de Ma-
dos
2:082 rações; média 620 jantares
tendo sido
tenente
mesmo mes de 1888
Na
os
augment ar
Gosiobas economicas
Moçim-
nhã ò qjo
vêm no «Zaire».
Lansperenw
m-m
Suas Magestaies assistiram hontem ao espectáculo de caridade no
comme-
chegada
Carlos
Hoje não ba esp^ctacuto. Ama-
excellences
para
a
S.
espe-
xpedicionários»
Foi o chefe de estado-maior das
forças expedicionárias
com
morar
B. da Victoria
Illuatrado»
números
ravuras
Daa loiças do Gato Preto.
Edoardo Augusto Ferreira
«Diário
to, D. Helena Dalac de Castro e Silva, D. Adelaide Dart Costa, D. Elisa
Zeller
de
Andrade,
D.
Elisa
I Guerra e irmã, D. Conceição Sarmen-
Comprimento;
Elisa,
Montenegro, Hotel Allianas; Joaquim Saldanha, R. Sebastião Dias,
7. Cascalheira;
José
Sousa Mon-
reiro, R. Borges Carneiro, 115.
B2A331* aii^I
em
O
parlamento
de
commercio de Liebo*, á
nome da Ac d mia do Coita
br*,
met do
grupo académico re-
cUção de Eogenh^iros
Fica
tem
88BÍm
ponha
de
os
dizer
seuá
ao
tea
rer á expoaição d*
juraoento.
Coimbra
olhos
que
e
este
parlamentar,
Erocesaoa
do
com
viciosos
imentarismo
a
os
antigos
de
um par-
«0
com a
expandir se
que
se
De8mo8thenes
hoje
orador
convida
—Em nome doa
cola do exercito
deada
arrua;;i8,
der
ao Correio da Noite.
Jg» <$£™
tomar
excede
não ha
está
bem;
mas
propriamente
para
sua
importa a demistão do ar
Hintze
a
de
taa!
_
E'
a liberdade,
na
ainda
do :
a gente á
__
na
realidade
i
aasombroso,
Eate
•
propoaito
ieja
0
VI v* pjii' '
da
merotiaiimo
!
se
está
procedendo,
é
que
se
honra o parlamento e se nobilita
o paiz.
Joaé
jui«
L,wboa!
Nega
Co,lho,
jornal
republicano:
«0
que
importa
que
o
*
Correio
que
tivene
tria, por 2 annci,
para
ira.
que
nSo
—coi aeternuneao
que
chalaciou—
expeÇ4B1
f«l-o
Gubrda
aebre 01
diiourio doa oraaorei quo faltaram
Eatá eioripto; mia que tSocona
on
miaiSo,
rio,
a
lancçâo,
ptlo
dictadarai
parlamento, daa
militarei
inteiro, como
d'om
»nno
aconteceu no Bra*
ail!
*
*
«
Rapublftcanlces.—O
A
Braga, estudante
confirmou
bontim,
ir.
dn Coimbra,
n'uma
c«rta
>ubiicada no Sejulo, que n&o
fal
«ra, no funeral de JoSo de Deua,
r.
FGLHETIfô
no
do
tranaferenoia
da
— Tu aabei, Mbthurin,que eati-
Mouainho
geral da
qualquer
inatrueç&o
para
uao
do grande uniforme
#
#
A
boja
da
um
< fíL*io do
Guerra participando
que virá aiaiatir aoa featejoa.
M.
^
fachada
# -
do edifício da eita
•;.:
• » - • "mm
A questão de Venezuela
Londres, 17 m.
Segundo annunciam de Roma ao
«Daily-Chronicle», o Papa offereceuse ao presidente Cleveland
para
arbitro na questão de Venezuela.'
(Havas)
sidentei
19 do corrente (labbado e domin
go), ter&o validade pelo praao uni
forme
de
cinco diaa, contando-ie
n'eitei o domingo, e mantendo-ie
no maia ai condiçõdi da tarifa reipeotiva.»
em
Liiboa vao offerecer
CCCXXV1I
Resposta a Vistas:
major de csçadores 3, Aatonio Julio de Souia Machado, que tão bri
Duas pessoas que se amaram e procuraram esquecerse, sem o conseguirem, podem e devem reatar as suas
affirmou o aeu valor
no importante combate de Coelela
no qual foi gravemente ferido, uma
rica
espada
nhando-lbe
de
honra, teatemu
anim
o
relações
Até ahi podiam duvidar; deis têm obrigação de crer.
Be
e crer que são amadas; ainda mais: ter a certeza que
amsm
alto apreço
em que têm ai nobrei qualiaadea
do
leu caracter e oa relevantissi
mos serviços por elle prestados ao
na recente guerra de Africa,
como
*
commandante
do
Porque
a
gente também
pôde illudir-se,
e toa ar por
amor um capiicho passageiro,
assim como algumas vezes
batalhão
expsdioionario de caçadores a.* 3
O oomelho do almirantado mandou
outra
hontem
publicar o leguinte:
•
succede que, o que julgamos
ser uma affeição insign íican-
•
Começaram hontem os prepara1.° No dia da chegada do coipo
tentti diplomai, na
em
conformidade
içada
dBI diapoaiçoaa legaei
navioi eatar&o
muDdsoas
ao leu patricio e amipo o valente
paiz
*
Roías
Um grupo de transmontanos re
Liiboa noa diai 18 e
embandeirado!
tivos
te e fácil de extinguir, tem
raizes
profundas na nossa
alma, e é sempre n'uma dVs-
de ornamentação noa min ia
terioi.
arco e eatará
#
a bandeira nacional em to-
•
sas
tas,
*
zangas, de que falia Visque conhecemos termo-
vida
*
B,
íeur
uma
8
e
.
Parlamento
ed
q°
P
D
''"
Abriu ái 3 hor«i
Equa-1 ttQdo preVenVTlíT
do
Slm,nnl
i0
«
1
2.° A corveta Duque da Tercei
Pares
da
ra
da tarde, ei
°^
aalvará
chegae
o ir. Pre.idente Ho Con.elho.
p°e.°iden« d'eolaro'n qo« à
rrir
miniatro da Guerra e oonielheiro
—Vem hoje
no
xa
di
^
qualquer
digno
{
à***Z
V.rtieinar á meia 01
1
Diário
a liata I P
.
P
P
que o deif jarem fazer,
definitiva doi caadidatoi que foNa ordem do dia foram eleitai
do con
rgm admittidoa ái provai
ai commiatõei de n^gocioa exter
Curio para 01 logarei de aepirannoa, legiilaç&o,
negocioi eccle
tea auxiliarei do quadro doa tele•isaticoí, faaenda, ultramar e magrapho8 de Liaboa e Porto, conrinha.
curao que
deve realiaar no pro
»
ximo dia 24 do corrente pela ma
*
»
nbfi.
Deputados
— Pela repartição d'induttria do
minuteiio dai í^brg» Public»! fo
ram dirigido® oflki« 8 á camara do
recommenda
alguma
coiía.
Abriu a len&o o ir
romper
aquella
que
Portanto, meu primo, ie me amaa
com
ainda, tena
pvra não o aaaustar.
de
ercutar o que to
tanta
doçura
Súbito, deu
realiaar um jantar militar no Ar-
coa, e logo que a aalva termiae em
senal,
todoa oa navioi inbirá a marinha
r m mandar oi aeue nomea ao quar-
gfm
tel da 1a diviaão.
áa enxarcisa e dará 3 vivai.
ao
Cuta San-
lhe
faiUva
e precauçõja
porte
Zaire
um
olhar
no
rosto uma ex-
Joanna notou immediatamonte
muito.
4.°
A
fragata D. Fernando e a
tena,
primo? perguntou
rão cem 21 tiroa quando Soa Ma
lhe
geatade
cargo
El Rei
continuou
Joanna
que
Em
vez
de responder, Matbu-
queria fazer le comprehender, di-
rin levou ai mâoi aoi olhoa e de-
go te, meu
aatou em aoluçci.
primo, o que deve aer
que eerá certamente, poia foi
dores n • 2 ás praças do corpo ex
nuociada
pedicionario, continuando, porém,
por
uma
girandola de
fepuetea.
5•
vará
a
fragata
D
6#
Oi
rffijiaci
do aerviço em
devia succeder nada
diaae
nada que
de máu nem
deaagradavel, no dizer da fei
—Vejamos, diaae
bons
ella,
tempo.
luas
lagrimas e
exclaftou com Ímpeto:
boa,
Josnna!
ha no mundo alma
melhor
Não
que a
—Não, deixa-me
ffcllar, deixa-
de me faaer chorar. Sim,de>x« mo
io não perdeu sinda a lua icien
meu
onico
dizer-te que és um atjo que Deus
cia de ler no futuro, e
belecido quanto antes.
te
annunciei
promettaa
ha
tbedecer
pia
me, porque tenho muitai coiaaa a
didament«,
innucciar-te e não poucai recom
quilliial-o
mcnQfcçõcB a fazer te.
MatLuiin
escutava
Demais
lem
inter-
que eípcra ser
que elle amava per
teve
corsção e me
sofLcava
pesa no
ao ponto
por iffeito tran
O
pobre
rapaz
já
nais, procurava ae
aão
podia
palavraa que
fri* e era feliz ao
mesmo
tempo.
Joanna teve compaixão a'elle e
snimava-o
i
não inquietar ie, pcis que lhe não
para te desolares t*pto ser eu um
snjo,
mente, franaamente e accuaar mo
bei emquanto for d'eate mundo.
O
O
como
dizea?
Vamoi, que-
querei
morrer, Ma-
thurin?
XXVI
pobre
rapsa
lurprebendido
por esta interrogação feita á quei-
perdão
ma-roupa, poraanecia
lilencioio.
Joanna repetiu:
Joanna sentara-se na borda do
— Querei morrer? Mai
catre, o rosto voltado para o doen-
bel to que
te que continuava
dade»?
a
olhai a com
dtixarai
não la-
fundai
lau-
E dirigiu lhe um d'esaea olharea
ternura.
menos inquieto, menos perturbado,
Joanna aniieara-o a fallar, e el
le agora sentia se> mais
á
vonta
em que labia
traninitlir
Foi, porém, n'um tom um tanto
eu
sou
culpado,
a
—Aqueliei que partem, Mstfcurin,
nem
tristeza
lempre
labem ei& que
deixam oi que amejs.
puaalí»a«?-te^
prima.
— Não é fó pesar que
tímido que começou:
toda
aua alma, proaeguindo:
—Eu não quiaera
de.
le lente*
muito
algemai vexei... Nòo, Matbnrin^
para
quando se teve uma grande sffoic-
culpado, e duvido que haja
mim perdão a eiperar, porque fui,
ção a alguém que já
não exiate,
cauaa de grandes deagiaçsa.
não é ló ti iate aa que
ie
— Não te accuaes aaaim, Mathu
rin! interranpeu Joanna
ceiou pelo doente
disse:
—Pois bem, primo, será motivo
Joanna
prom-
pts a ouvir to.
—Ob!
Ibe não acudiam e via ae que sof-
o doce olhar que lhe diri
a joven
me dizer-te tudo que me
enviou á terra.
Matburin parecia cm criminoso
Mai
estou
procurava reunir as tuts iaéas.
tes!
me queiraa mal por iiso. O
que
eu
E elle, sempre emocionado, mas
tua!
Não
no
e
O rvpaa teve como que um lor
eu no aeu laber. Depoii d'is
e
fallarsn
rei, Matburin?
mo
do juiz
res
Que
fiz,
desejo é ver-te resta
Manuel Colyseu e D. Juan.
Kl viu a.
amigos que ae
muito
collaboradores d'esta
e principalmente por
auguata senhora.
conver
Se
involuatariamente.
lustres
secção,
—Poia tu
n'outro tempo tanta ctnfieoça cc-
a esse ponto.
curiosa, que eu desejaria que
fosse desenvolvida pelos il-
direcção d'eaaa
Foram ai tendidos oi des jos da
penalisar te
que ]ê melhor do quo antiga-
e
terio da Guerra.
a
DdBB
mo
organisação
feata a correr em tudo pelo minis
meio dia
um capricho ou desejo que
outro qualquer lhe inspire.
Aqui temos uma discusfão
d«do no quartel de caça-
ao
Ftmando com 21 tiroa.
de
aer
Noa doia diai leguintea lai
mou. E tu conhecel-a ben ; tinhae
foi
despezas do jantar qua
Commercio, ocoaii&o que lerá an
Mau
creio mes-
te
aa
que era fácil ao homem es3uecer a mulher que ama ou
iz amar ardentemente
por
concedido tomar a seu
vae
a boa tia Jacqueline que m'o tffir-
o
aão
foaie
corpo expedicionário na Praça do
—Vamos, Matburin, não te exal-
—Tu choras!... Queauccedeo?
eu
panar reviata ao
dizer a um rapaz que se julga
experiente n estas questões,
ar. Duque de Loulé de eicrover ao
ar. miniatro da Guerra idicitando
—Como és
ella.
—Sim,
D. Maria Pia encarregou o
corveta Duque da Terceira ealva
riso através dai
—Qae
que tudo podem remediar!
Fallo por esta fórma parque
sou mulher- pensarão os homens assim?
Ainda ha poucos dias ouvi
Mageatade a Rainha a Sa
ticeir».
aquella mudança que a inquietou
teve
Sua
nhora
não viam ha
f«xer muito boai coíibb
lhe panar pelo tra
ver.
tif8e um grande p»sar.
de
recebidas, que a saudade a
mais pungente nos tortura.
Felizes e bem felizes são os
os que concrda
A fr»e-ata D. Fernando sal-
que
que tena
devendo
esse ente, e sentimos o
vacuo que se faz em torno
de nós, é quando procuramos
esquecer as provas d'amor
diviaão conaultan
á entrada de Paço de Ar-
semos como
parece
l1
doa
do-os sobre a idéa auicitada de se
preaaão atormentada como iq len
diaae,
da
corem*ndtntea
com 21 uroa logo que
Depoii, foi ainda a tia Jacqueline
m'o
corpoi
aoi
vará com 21 tiro! quando o trans-
r
g
que
quando a tia Jacque-
recebeu
asaistir á miaia cerrpal, que se
lhantemente
oi
miiter
bedcçt.moi
do grtnde uniformo.
terceiro dia aão convidadoa
faaendo
leguintei ter-
expedicionário
Ha pouco ainda eatava ella
nem tu nem eu deão-
noi
portunamente envi«doi 01 compe-
Por ccnaeguinte, primo, é
que
uao
menhã, no byppodromo de Belem,
publicado um aviío ao publi-
dido!
publica op
pcuco.
miater
miniatro
direcç&o
de ti durante muitca
aqui e rteemmendava-me que te
ccniervaaie cm aocego. E', poi»,
direcção do Centro Commer-
faaendo
«Oi bilhetei de ida e volta ven-
inatruc
line cnidoti
din.
A
cial
Albuquerque,
nhoi de frrro portugueaei foi hon-
profeaaor ou
condcmnado sem remisião.
não
de
Pela Companhia Reil doi cami
Governo
fiatça
ae
PORTO, 17* ás 9*15, t.
ronymoi, polaa 2 e meia da tarde,
doa ari. Silvé-
m;
Victoria! de Africa.
preoi.a.
norreate, fei porque a t*a Jacque-
quo
de cel'brar no templo doa Je
nada a gaa.
tem
diante
muito mal e
a Biaieth- ao Te Deum que ae
ha
a
-
dia immedfoto aão convida
de Leiria, felicitando El Rei pelai
oi go
mente. Finalmente, devea ter con
veate
neficio da Ciua Vermelha.
a
ção central do Rocio lerá illumi
firam a poaae doi iene cargoi aem
de
taab'-m uma recita em be-
circular
e o
.(■toaUB íado éo numero 8:197
ve an
aol.
oa
preaa.
O despertar
lia grande entbuaiaamo. Promo-
de infanteria mandou expedir um«
qual manifeatava orna grande lur
XXV;
compoata
peça de granie
proximo do meio-dia, no acie-
aentar uma memagem da camara
qaaeaquer deipacboi de noaiesçâo
CQ
uma
eacreveu, é ecuaa que n&o admira
Matburin
TERCEIRA PARTE
oa navioa é
borai de manhã, e o deiem
No
mõea c* Affomo Lopei Vieira, apre-
»>j»m pnbji
Diário
com
apparato.
barqae da expedição deve realiaar
d'Africa
companhia dramstioa portu-
nos ou não enganado. E quando queremos bauir da nossa
n'eate mundo.
SÃINTJERRY
para
gala
O commandante geral da arma
ainda
0 SINEIRO
embarque
do
ai 8 horai da manhã até ao pôr do
eaqueça
vou diaer. Vai n'iiso a tua aaude.
JÍ1L88 CAR mu
grande uniforme, com
ripestaculo
âoi oa edifiuioa da marinha deade
line
453
do
Charter* de Aievedo, Oliveira Si-
bairro, .ena
orden.
noite,
funcoi'jnalia-
do que
picuo oollega le
perreira d'Almeida.
ena importencia para
para or-
hontem ao Paço uma com-
3.®
decretoa dictato, uea.
A1
aayloa,
ha de celebrar pelas 10 e meia da
Foi
,d«ioi.tra
k0a
formalidade, aendo pela
prevenimoi a
volgar qner ^ I ^^Tckfj, no J.JS,"
ter oe
deu
Manifestações
co concebido
ve,«,.dore.
< ivi.
dutrioto.
do
continente
do reiao
e do.
ilha.
adja
moa:
oi fictoi em
I
poaiam
O
No
r-iadoi aaiim o aolicitem, lh^i con-
mento doi paeeageiroa
que
uio
áa 8
oriental
Blanco &
depondencia
e
cortejo fluvial e a com-
guesa
Polycarpo Anjoi
Campanha
a referida
também era o que faltava!— aobre
si,
no
pela
doa
de envolu-
G. P.
auctcridadei civia * militarea,
ra aaaiitir ao deaembarque, fasen
nal.
o fabrico
ç&0 primaria, e logo que oa igra-
Carloa Lo-
do de um falsificado
parlamentar,
da
de Pinhel, Eduardo
preaidente
Abreu Mtcoáo
d'Afrioa e a morte de
—Na ma '«uniio de hontem a
junta de lauda deferiu o requeri-
™° *
Conde
Velloao
da eleiç&o de coKmiaiõ i.
■ . i—* »f1 II^ ^
da Coata
profeiaorei ajodantei de
rodeie agora os seus monstruosos
attentados com o carimbo falsifica-
I.to, peto -
barão
ae commemoraram ai campanhaa
o governo I • P
T
Navarro,
se
aeu actual
ae nova iadua
I oadoi
cbalaciado lobre ai aeaiõei em que
eB
parlamentaria-
Motta Veiga,
dem do dia de hoje a continuação
correspon-
do
doreI do 00noelho
•obre o aiaumpto.
Crftllclamo.—D'um
annual
| .abordinado., a.
aua reapoata; mai
pela administração
foram eleitoi oa ara.
Pimentel,
Lopei
O ir.
no
te de introdueçâo
ceot01
bo o'Avila e Jofto de Deui!
fola politica
crtei
ra. Pioto Leite,
já na caixa geral
ai^1 *
ucia de 5:UOO£OOU riir, impor-
uma
.
E' claro
e
apoaentando
ai
O ar. Macedo Ortigão depoaitou
da Kel.çSo do
*
um cortejo civiao, encorp rendo ae
No dia do deifmbarque do cor
e T. Pinto Baito.
para que, de.de qae
é de que assim, como
e
Crus,
Serpa
deipacbo
terçk feira havei &
parecer no arsenal de marinha pa-
ia da caução definitiva.
Edoardo
hue
intrigas politicas, que não quer saber de especulações,
o
próxima
aoi va-
jo,
Mértola,
publicar
homenagem
em S. Dimingoi.
ta cidade.
9a0 »'hará e>'- «crejitsve.. ,
.eineiro
Isto dizem ellas, as laes folb"»
a comaiaafio do commer-
Na
em
parte
Commandite, commerciaatei d'ei-
1™
P««
.-j» oonvidado
o .r.
Con
nao enxovalha
mas a opinião
para...
deverão realiaar lolemni-
cipal d'eite concelho promovem-ie
Adriano da Costa, Salgado Arau-
Bar-
mandado
patente boi
convidado
útil
uut e
e
p
Alemtejo,
licença para tranaferir
d'uma noticia que Ibe
de lerviço, a com
Por inicibtiva da camara muni-
mo, etc, havendo depois Te Deum
baco formando cigarroa, requereu
confrade,
le
que
a embarcar noi navioi que tomam
cro com papel para embrulhar ta-
preclariaiimo
eativerem
aipirantea,
ai reipectivai condecoruçõ
font, militar!!
que estué
e
Alvito,
e
tarde.
Baaociaço:»,
de livroi, carteiras, envelcppei ou
oi únicos nâo lempre do Cor
ra
o trabalho inteliigente e honesto,
inaulla
msulla, aue
que
»
VILLA REAL, 17, ái 12 50 da
no ultramar.
Ortigão, ccnceaaionario da paten
taxei que o ar. ministro da Guer
idéa de que a tyrannia vem a ser
rnao
e
•
po expe&icionaric, aão convidadoa
de
ooi conca-
da armada, guar
Souia, Lopei Coelho, Coelho Ser-
do
—O ar. Joié de
reio da Noite.
pu- .
Marianno de
olaaaea
Ferreira
vencimento o ar.
mail a mail pelai gaze-
v«'io de Bragança, julga inecredi
Z
da
•
O conaelho do almirantado
do
com a pensão
Únicos.—Fique iato entendi-
infrene o despostismo,
niip npnsa e não srita
(Correspondente)
convidou todoi os tftieiaei daa di-
no portugoes em Londres.
campeia
leve
10 °
F. de Vargaa,
Para
Ricci, agente financeiro do gover-
a
que
artigo 28 * da ordenança
Cabral, MegalkSei Lima, Mello e
Diário
deicerimcnia
bli 3a que por similhante systems
declamação
diatrieto
outra qualquer fórma
referidos orse
co
dente á totalidi.de
•
má educação
da opinião...
.
... que
o
irja cum-
rancoa, Bej8, C^atro Verde, Cob-J,
— Fii
que a liber-
os
primitivo regimento.
que
geral da armada.
Carvalho e Thomax Srqueira.
e Vidigueira.
a chamada do ar. Joaé
uma
é
Pczaaes
Monra, Odemira, Ourique,
qus aucto- |tugal!
de
funccionar
lboi de Almodovar,
8e*ur..
meote,
E
progreaaiata.
Beja, com juriséicção
Todoa sabem que é!
politica e 8ccial.
Dizem
™„
tr.me.xM
ó
p>lavrai
vem
Se..« que ».te
das insti-
aquellss
quem
Adolpho
lamentam
é
que
venda de viuhoi e sseitrb que de
todo o limite da descerimo-
aCcu.sçSo
velho
leitorei
cio
se encontra al-1 porque nunca iaio ig fea em Por-
riea a conclusão
gãos
chá,
oi
—Foram nomcadai ai comeoia™
i õei de vigilantia do fabrico e
nia politica.»
S.^ Bento repre-
affirmativa
consiste
J»™'™
Ag—
sentavam os sapateiros.
dade
Not?m
constitucional legislativo.
Pois »5o
convidar t
gemada,
ordenará
■ando a victoria daa noisai armai
que as instituições
por tal processo,
prido
ae eapera, que tll* i voltem ao icu
nuel
diverso, tra-
que
reierva
commando da diviíão da
lente! expedicionário!.
Luciano!
ellas
O
que
tuições, de onde a gente conclue
Dizem
9 *
Pereira Medello, Luia Oaorio, Ma
o
fm
2, caao o ir. miniatro acceda, como
encorporadci em infanteria
feitejoi
Dizem varias folhas... decou-t
que
iefanteria 17
foram
Lima,
e Marianno
de
parecer em todoi oi actoa efficiaea,
deve ser e o que nao era.
heaus,
Fratel
que
bral Moncada, Jacintho do Couto,
um
ciam com a eloquencia dos Mira
Mend-i
dicionário!
não
a
se eograride-
melhoria de ranoho, a cada
feitejoa
para a chegada a B ja doa expe-
Claro da Ricca, Carloa Braga, Ca-
por s. ex.* ao exercito.
do e inconsciente desprezo pelopo-
é a morte
para
grundei
tifiseção de 45 réis.
de Moura, Teix ira
Oaorio,
Noi trei diaa lerá abonada
dai-mariobai
o parlamento é o quel
ve que isto
expedicionarici.
Preparam ae
8 •
de Magalb&ea Li-
Vaaconoello»,
occtsião da chegada doa
uma d8i pr8Ç'a de caldeira, a gra-
Para a comminâo de obrai pu
relevantes serviços prestados
de chinfrins
se
lecuodaria foram
por
no Monteiro, Alfr*do M. Carvalho,
dada ao parla-
não
Guerra liceuça para ir a L i-
acs
convocar
espectáculo,
qaartel, quando lhe não tenha lido
de Carvalho.
ctoriai alcançadai em Africa, que
pronunciou
sem apparatos,
reapectivo
lolicitou do ar. miniatro
veraaa
nova organieacão
balha-se
e
Jsyme
Luis
pelaa vi-
do
17
blicae foram eleitoi oa ara. Adria-
parte
muito
Guerra
porta
taria
(textual) em grande parte se devem
,.e ». pr,g,e..i,-
dro é outro,
de
cumprimentar o
ridicu-
.«.o,».u
boa
á
brioaa cfihieiidade de infan-
ras da noite, no ministério do Reino.—»
i
tas estão em suaB casas, e que a
rm
linbeiroi
do dia
edificioi de marinha, to-
A
da
commiaifio do inotruc
ma, Carneiro
Frtnúsco
tree noitea illuminarão
ar. miniatro da
aviltante8
M„
Conselheiro
Naa
BEJA, 17, é« 6 10
cando a charanga do corpo de ma-
oi ara. Abílio Beça, Anto-
tcicio,
da ea-
hont« m o ar.
o
maior naturalidade, e, no entretanto, encerra em si o mais profun-
incidentes
lo8, algumas dúzias
corpoa
diaa do grande uniforme.
todoi cl
nio Boavida, Carloi Braga, F. Pa-
fei
Maria da Canba
os mem
a
eleitoi
gocici eitrsngtiroi.
nos
7.*
á eleição de commii-
çfto primaria
corpo
na ordem
tree
L_d?JLdD?s casas do parlamento
a reunirem-se hoje, pelas 8 1|2 ho-
discursinhos inúteis,
quatrocentos
do
diplomático no ministério doi ne
das ilhas; n'estas alturas, já tinha
havido mil
recepção
oa eatabeleoimentoa de ma-
ordenado outro i9rviço.
Para
—Ha hoje
general
pelo illuatre
Silveira,
tiaente * ilhai no mes de novem-
tõai.
li-
torne u notável ha |
dois annos, dirigida
publicou
governo
Entrando-ie
réia o
p-ocedeu ie
seus jornaes o seguinte aviso:
«-0
1 108:497^518
bro d« 1895.
a
governo
J-»»n««burg.
rendimento daa alfandegai 4o cm
— Eacrcve eate illuatre college:
vre, xoru a eloquencia das meias I
solas
—Poi de
Jornal do Commerclo.
perioio
decadente,
vèrborrt^ia
A.
nâo era repre
*
alturas
ar.
no parla-
mento.
N'estas
pelo
oi
leeiâo anterior, foi introduiido na
induatrii**'!, ponderando
aa vantagena de Porto?al concor
sentante da Academia.
publico:
Oepoia de approvada a acta da
e cos ioa
pela assembléa geral doe e»tudanem
todoa
rinha e a bordo farão u«o durante
aala o ar. Côrte Real, que preetou
Braga,
E' caso
pectores
muito bera aasente,
preaentea 51 ir o. de-
putadoa.
ção I^duatrial Portueosc, á Aaao-
publico no.
hoje e o de Con-
tos, estando
Am cm
que podia ter
uma
que re-
exaltação
a
desesperação
invade, nos
consome
que
noa
lentamente
e acaba por nos matar!
consequenciaa gia
(Continúa).
vei.
—Oh! iim,
muita
aente, è
(.causo me liaoera
»!!■!• VLMlITHIâBO
Arco do Carvalbâo por txceder a
GRiXA
SUPERIOR
Marca Sol,
PARA
lado,
conpi teneia da Camarn.
CALÇADO
—Foram
registrada
celho
de recenseamento os
Bfguintes srs : 1.° bairro effectivo
& C.% ma dos Sapateiro», 159.
E'
João Carlos de Oliveira; sopplent«\
Conde
Guimarães;
d» Silva
aupplente,
Z^fimo
PedrrBO Gob^s da Silv»; 3 • bair
exploradoras
do
João
"Ptlit-
Continuou hentem
viiitado
Accussdos do terem explorado o
falleoido Max Lebautíy,
cm Paria
o
eat:ang<ira
do
por alcu
tua-ulo
Jacques
chronista
do
escreveu
7
cargo
de
e
haut,
o
terr>poraneos, dedicada a
Con
(Havai.)
!
o crime de baver cx
Real Capella da CarLá veao a Reinba Santa,
Panar* á.
Qae Povo e Rei, tudo encanta I
O Figaro dá conta da prisão de
Jacquea
Saint Cère
que
funda
n'um artigo
transparece
amargura
espectáculo
a mais pro
por ver o tnate
que
Siint-Còre,
importance
arrogando-se
que
uma
não tinha, pro
anetteu a Max Ltbaudy libertul o
do serviço militar, recebendo d'elle
30:000 francos,
serviço
rie
Dia
dia,
d'artigos
no Figaro,
amanhã na Sociedade
professores
prima
receberam di
J ão
de
Deus li
Curso Superior
ramo
se a dedicatória:
Maria
do
Homenagem
Adelaide
Firaao,
Amaral,
Maria
intimo e
PORTO, 17 ái 9 h e 15 t.— Ao
collaborador de madame Severine,
Diário III us tra do.
AoonmitiSo
rector do Echo de CArmie.
Labruyere
distriotal Iscçcu
hoje na Beta um voto de sentimen
to pela morte de João de Deus.
M
é um jornalista me-
nba com madame Severine.
com outros, au
Camara Municipal
de
Lisboa
de Padlcw ki, o as
Foi
■*aiino do general russo Stivers
spresentado
o parecer do
t< ff, e o acompanhou ao estranhei
sr.
ro, recebtndo
peito á escriptura entre a Camara
ÍO-.COO
por
francoa
eiaa
da
occaaià.
redacção
ao
advogado sycdico
que
relativo
•
Roehefort publicou no Intransi-
com
res-
e a Companhia carris de ferro de
Liaboa
Fa air.
á
consigna,
forma
o accordo
de pagamento
do dtbito da Companhia por con-
geant um artigo violentiBaimo con
certOB de calçadas
e estabelece o
tra madame Severine e Labruye
Tribunal
para
arbitral
resolver
pontos em que ba desaccordo.
re
Aqutlla
municado
cscriptora,
n'um com-
dirigido
vários jor-
a
naes parisienses, dia que Labruyere collaborava
goB
por
ella
além d'isso,
em todoa
oa arti
-—Foi
de res-
á
taxa
Dia 27 —A's 6 horas e meia da
lietnça
dos
ordem
do dia
—O
sr.
director
Lubca
da Beisão
desejando estabelecer
linba
telephonica
e
Bemfioa
ptdiu
Foi hoje preso o jornalista Charles des Perriôres como implicado no
pproveitar
os
collocados
entre
processo Lebaudy.
que
Augusto
da
Costa
entre
a
Apolonia
licença
para
pertencem
estes
nhã,
MlBiIftierlo
doa
Negocio» Estrangeiros, Sociedade
de
Geogra-
pbia, ele.
Com
aoa
Julião,
um
110.
conpleto
seu genero
na rua de S.
3.°,
onde tem
sortimento
no
e para onde deve
festividade
mão
pelo
Silva,
concluindo
serviços
de
governador pediu civil
e 203, casa
Pequenas
familia,
e Fagundo, foi examinar
da escola refurida.
da
Nada bo sabe sobre a resolução
passageiros
teur».
chegados
pelo «Equa-
—A companhia do theatro de D.
Maria tenciona ir ao Porto no proximo mex de maio.
milagroso S. Gonçalo, na sua ca •
pella sita no bairro piscatorio.
—0 sr. Conde de Almoster, tenente de cavallaria 4, vai servir na
companhia de dragões de Mossamedes.
—Na pittoresca aldeia de Santa
nos cemiteiios nã>
minto que tao tenham
aaBtigna-
concedida
a licença so-
de artificio, charanga e arraial.
do
Principe
Morte repentina
Hontem,
áa
de 16 annos,
natural de Lisboa e moPa
travessa do Monte do
Carmo, 40, pateo, ao ssbir de casa
cfficiou
existe
uma
participando
que
passagem superior á
de manhã apresentou
se na esquadra do Beato
o traba
lhador Vicente Ribeiro,
morador
aggredido
declarando ter
em
Coellas
par
Vicente Ribeiro
ao hospital
de
de
foi
condusido
S. José,
onde foi
uma ferida incisa no
terço inferior do braço direito, fi-
A
delegação
da
caixa de sec
Companhia
Catniohos
de
ha
eleita
pouco
da
Real
dos
serviços
estado de mina ameaçando desa-
valho,
bar
Augusto Fusobini.
Antonio Maria Tavares
Julio
da
mesma Compa-
Cesar
Monteiro
e
cipou
n&o
ter
1 acquiiiçãoj do
civil parti-
sido tpprovada a
da
Camara
prédio
n.*
Cruz Veimelha
Etta sociedade recebeu, e muito
agradece,
para
5,
ao
ciem
oa
amadoreB
a
de
visitarem
o
os seguintes donativo:
lhe
e
importante collecção de Rosei-
ras,
nas
melhores
marcado,
e
para
salas,
por
condiçÕss
variadíssima
de plantas
escadas, átrios,
de primeira necessidade
para o ensino.
O edifício da escola e habitação
e
sua
familia
é o
velho mosteiro d'Almoster.
Aparte
ipplicada
preços
desafiando
Todo
a
este fim
podre,
mido do caruncho. Vidros
nellas, nem um ió.
Teixeira
das
A.movei-
de se cfforecer uma es-
Fiseram se
representar
todos ob jornaes diarioa de Lisboa
e muitos des da província.
O adiantado da hora inbibe cos
«e dar um extracto
carconas j*
Vento, chuva,
infância:
professo-
poucos dias, ali
eminente
Recommendamos o Vinho Nucntivo de Carne e a Farinha Pei-
providenciar
Os italianos na Abyssinia
Londres, 17. m.
Diz um telegramma de
para o «Daily-News» que os
tes de Berlim e de Vienna
lharam o governo italiano
todo o possível para pôr
Vianna
gabineaconsea fazer
termo á
guerra da Abyssinia.
O acreditado Collegio de Nossa
Senhora
da
Conceição mudou da
rua da Esperança para a de San
to Amaro, a 8 Bento.
Irene,.
eicolas se aqui
intelle
escolares
Segundo parece, ainda esta epocha ouviremoB em S. Carlos a Irene, do maestro Aifredo Kail.
A realisar se
a
exbib ção à'a-
liados
de
professores
commissaprimaria e
cmfim á direcção geral
ção publica,
requisi-
juntas de paro-
initrucção
sem
nhuma estancia.
não
Babem
ob regulamentos d* reforma de 22
de deatmbro de 94,
o
virá, talves, tarde,
que ainda
parece que as
camaras mon cipaes rão deveriam
regatear uns insignificante sacri
fi íob pelo fl jrescimento da
traçã-j local, provendo
Io eapirito de qua
as escolas
urgente ne
mostra ani
mada, ba tudo a esporar.
áa rboriisção
e
ajardinamento á
parto da Avenida,
no
quarto ta-
de todas hu damas
que faaem parte da côrte—extenbiographiaas,
grande valor
historico.
tem um
Estampa
também os retratos das sr."
quexa
de Palmella e
Soma Coutinho
Da-
D. Anna de
(LinhiresJ, além
daa bra zoes d'araeas de vários tiorganisando, e o
Gomes,
editando, le-
varam a bom termn uma felis iiée.
O Annuario da Côrte
Portuguesa
é uma publicação
grande fu-
de
turo.
9
lk4
da noite houve f go
na fabrica de gesso pertencente ao
Br.
Serapbim
rua
do
Teve
Recebemos o 1 • numero.
Ha
Estampa um bello retrato de S.
Ennes
Ramos,
na
Machadinbo, n.#'11 e 13,
começo
no
eecriptorio e
As
Dá uma walsa intitulada Estrella do Funchal, p^-la
Br.*
Eugenia
Le Cremier.
a junta de psro-
da freguesia das Mercê*, da
forma:
João Manuel
rio
houve
alli
tirado
n.*
13
um
cavallo pela porta
que dá entrada para a ca-
cheira.
Organisou-Be
seguioto
annos,
portaa foram arrombadss e
foi
O
chia
poucos
também fogo no madeiramento.
Magestade a Rainha.
presidente
dr.
Rois Lima, secreta-
Carlos Ennes
Costa, thesou
prédio está spguro na Feiix
e pertence á sr.» D. Gertrudes da
Piedade Fernandes Pires.
Fórum applicadas 5
boccas de
incêndio. Chegou primeiro o pessoal e material
da
estação l.° 1.
reiro Vicente Ferreira de Freitas,
Os trabalhos foram dirigidos pelo
vogaes
ar. insp sotor Costa
Ricardo
J.
de Bastos, e
Antonio Bandeira.
e
polo
chefe
Pedro José Pinto.
Termina no dia 29 de fevereiro
o concur so
para
a
admissão
pharoleiros
supranumerários
nas
capitanias
de portos e delegtçòes
marítimas
seguintes:
Castello,
Vienna do
Lâixões, Figueira, Lis-
nos
numento
a Altxandre Herculano,
Pelo
estrangeiro
Jeronymoa um moTEI^GRÁIHAS
dava parte á camara de
que estava concluído o edifício da
creada e designada com o
grande
historiador em
Baixo
e i fferecendo o
prompto e mobi-
da *
<*> Oprimiu
3S
Mais um premio
O LICOR depurativo vegetal ieda^ do do medico Quinteila, tão
conhecido e importante na cora das
doenças
s.yphiíiticas e
escrofuios
sas, rheunuticas e depclle, foi mai^v^remiado na exposição de
que se enoarregou de
levantar
br-
de
que prova eata opi-
referido edifício
notaB
A causa é desconhecida.
de novembro foi lido um cfficio da
de
cavalheiros
ve bastantes estragos.
Jornal das Senhoras
sessão da camara do dia 11
do
e
sando ao madeiramento, onde h u-
nião que n'ella foço.
que
um alma-
desenvolveu se com rapides, pas-
Penich", S4neB, Milfontea e S. Jor-
commiseão
é
com aeguro na Probidade.
lhão do lado esquerdo.
boa, Setúbal, Angra do Heroísmo,
facto
indica
illus
Santarém, pe
Be
annuario
nach de elite, dando a genealogia
A's
d'iaitrua-
solução em ne
Em quanto, porém,
ír?ftaí
Incêndio
parece
provimento.
aos
um
P
acima.
Como elle
tudo de Italia.
definido con
de
A. fi. ue
publicar
com o titulo
Onde se edificou... o ohalet.
cbia, ái Camaras,
Aaoia
acaba de
como o caso
Temos visto alguoB
em
universal, o ar.
ar. Manuel
Fmalmente, está-se procedendo
aiada
f
O sr. Freitas,
venientemente a quem pertence a
Na
A-nnnario da Côrte Portugujza
tulares e officiaes mores.
Com resp- ito a mobiliário, uten-
Um
legalmente auctorÍ8ados pelas aa
aas
(Havas).
urge.
responsabilidade
por se acharcM
quella cppra, fatos e Bceoario virá
Parece quo pertence á digna ve
que não está
da pharmacia
maZh
perigo, com
um parto laboriosíssimo.
alfaias
quo ali bo
até ao meio-dia
discípulas e
filhinhos da digaiasima
i ilios e
do
a do Brasil.
Domingos e dias santos
piedade dos moradores, alguns de
Do estado das
qoaai
otoridades sanitariaa de Porteíral
rto, TO
lados Bsm cerimonia, sem dó nem
nomo
ro Gomes, 10$CC0 iéis.
aventada
toral Ferruginosa,
calor ou frio, entram por todos os
ra, que ainda ha
oollega
Contra a debilidade
Marcolino
vidros e de sobrados e tectos cbeios
btm tenra
nosso
da
passou.
toda a eompetenela.
consta de umas grandes salas sem
de baracas.
tratar
aquslle
eto.,
Qoncsdam mobiliário
ds professora
§e
ííéa por
do
encontrarão outra com-
pleta
si. fliciente, que não tem,
e alfaias
t» 11o
iéi«; do ar. Manuel Alva
de
Mousinho de Albuqaerque.
para a escola e diversos utensiiiot
escola
30£000 réis: do ancnymo C.,
afim
da redacção do
a
pedindo que lh'as benefi-
e
espaz
do anrrymo J., de Vianna doCasÍO^CCO
realisou nas safaj
pada de honra ao valente capitão
pondo em relevo o péssi-
e
e
meu estabelecimento, onde, «obre
mo estado da sua escola e habitação,
concorrida
professora «à1 Al-
para o corrente
nhia, srs. Luciano Smòes de Car-
—O ar. governsdor
meretiseima
Feiro Portugueses,
anno compõe-Be dos chefes de va
muitíssimo
Reporter,
ser presente am officio
E da camara de
Marvilla e Bc-ato, que se acha em
aos devidoBrcpa
vae
ao
animada a reunião qua hont m se
Marques
cessidade para o ensino.
Companhia Real
Foi
Pedro Sô.
dependanciao, como as
doB objectos de mais
rios
a linba, pedindo que a
que
ções dirigidas ás
linha dos cemiobos de ferro entre
ptra
n'uma casa em tacs
andarem ás arannas com
cendo repentinamente.
corros
das Obras Pu-
residir
imprensa
querque
escola e
sua utilidade, bem merece al-
Sjia
foi Bccommettida de doença, falle
á estação dos
males do correio.
porém, que b. ex." não que-
reria
6 horas e meia da
tarde, Luisa Maria,
caminhos de f<rro para serviço de
blicas
aonde está.
da
capi ão Mousinho de Albu-
guma sollicitude.
pais.
resguardo na rua
junto
áquella
dos medicos
ctual de um concelho e até do um
ferro de
de
um
lata o amor do progresso
ções.
lioba
frequencia
^horticultura
reação
cando depois preso para averigua
uma
que
Homenagem
terrea. Em vista da
te, catava perfeitamente collocado
—Nos dias 25 a 27 do corrente,
venera se na sua capella em Arada
o martjr S. Sebastião, havendo fogo
licitada pela Companhia carris de
Lisboa para estabelecer
é
fjONVIDO
eeteve em
pensado
que
de uma pobreaa
Começa pela casa da
rivel fóío de infecção que ali exis-
Kulalia, tém apparetido n'estes últimos
dias alguns
gatunos, que
põem em sobresalto a população.
cias para
que
sudário
da commiisão. Cons-
manifestou a opinião de que o ter
moster,
Ntw York.
—No dia 20 sahem do Lazareto os
Ho&tem
triste
F rsneo & Filhos
Abriu-se concurso para o logar
de enfermeiro do hospital da Chamusca, com o ordenado de 316^000
réis.
—Da ilha de S Jorge embarcaram
no roez findo, 1*39 emigrantes para
radora
o
se a escola não cxbibisae
das fóra das habitaçõdB.
noticias
uma pá de f-rro.
dtJiber&ção
de Albino Coutinho,
do sr. Valdes
(Havas),
tamento como educadora e mãe de
boa
da
José de Oliveira, que lhe don corn
ros. Mandou se intimar.
flores, 201
secretario,
do conaelho,
ccm sbecção
que Be tomem as dovides providen-
ps»ra prccedcr
das
seu
raria
—O ar.
dencia.
rua
administrador
do
Consta-me que em sessão cama
sido
tário sr.
Porto,
compoita
*b condjçõsB espeoiaes, insalubres
do Santíssimo.
solteira,
dada.
alli tem tido um exemplar compor
commiaião
ciamaçao do Império terão sómente
caracter official. Poucos soberanos
professora, que
biliário e utensílios escolares.
da
da pro-
allemaes assistirão a ella. A imprensa está desconte de tãa ser convi-
da
dedicação
As festas do anniversario
bons proveitos
dr. Eduardo LopeB da
na ilha do Grillo,
ser dirigida toda a correpcn-
no
muito
de que se trata, Bejam estabeleci-
miesa por muaica e ser
Camara mande intimar o proprie-
Suceorsal
« diivelada no aeu en-
ria cidade e a sua carência de mo-
pital,
do Senhor
Jeius e Nossa Senhora das Dores,
A Camara anouiu ao pedido.
■—O sr. director
tllicina
tirar
dena com rigor, pelo menos na ca-
e»
professora ó assás
riam
reposição do Sagrado Laus
perenne
pontos, e
incêndios.
~Foi
Fornecedorexclnslvo do
a
Tem 31 aluennos, que pode
te, ó que a providencia official or-
11
postes qua «21 tem
tura do respectivo paroebo.
FABRICANTE
mas
sino.
escola do sexo feminino
boras da ma
Dia 28.—A's
sejam acceiteB bilbetea de enterra
Joaquim
certo,
Berlim, i7, t.
pelo Estado, é
a
O que, comtudo, é maia eviden-
cátB de
d'Alfandega
Cms da Pedra a Santa
(Havas).
a o
immediate. ]
uma
Poris% 16, n.
subsidiada
contra
sica.
de postura com reipeito
de
Para
de
O caio promette.
mente
bygienicaB em que se en-
condiçõ.s.
tarde, terço de bemditcB, por mu
guarda.
pender óe provoca^õ* que oa ho.mens podessem dirigir lhe.
enviado para a qub
projecto
redigidos, estando,
encarregado
sermão pelo
comarca de Agueda o sr. Antonio
Augusto Rodrigues da Gama.
—Em Aveiro foi muito festejado o
de &• intimas relações que manti
xilicu a fuga
orchestra,
—Tomou posse do quarto officio
de escrivãr e tabellião do juizo da
diocre, que deve a aua notorieda
Foi elle quem,
pela
ao
Foram também presca mr. Geor-
de chantage contra Max L*bandy.
horas da tarde, sympho
de flórea
Carolina Silva.
A justiça accusa os egualmente
escola sp^aa magra
dlçõas
tal.
*
rior de Ltttrai: LeonilJa
Ci?iy,di-
uma
Salvador da cidade.
habilitada
recer,
tra-se
de
do
* os competentes bb pesaimaB con
musica vocal e grande instrumtn
talento, aa alumnas do Curao Sops-
e o visconde Ulric
Estremadura, accusei
*
apresentava muito arrogante, moa-
amigo
Correio da
artigo editorial no
pheras pestilenciaeB. Qaar-me pa
naturae a com fitas brancas lendo
Labroyere,
Ha dias, em
E'
ladainha e solemne Te Deum) por
se alistar n'um
cem.
leu uma reeleição não impugnada
João de Deus.
de Lettras assiatiram áa exéquias
o n&o desgra
Polavieja.
saciedade a conveniência de atou s •
grande lyiico nm
que
freguesia
Semedo, * em seguida
e deposeram aobre o athaud*
ges
nia
6
havendo
pe
ella resolvidos, o que aliás lhe va-
Seja. Talvez a sciencia prove á
ções do seu methodo de leitura.
a principio se
por musica vocal
tinez Campos no commando em chefe das tropas de Cuba. fundando esta
escola de Portell*, que pertence á
orago
grande inatrumental, e Bermão,
A'b
Ptlit Sucrier recebeu ordem para
de de joelhos
Bolemne,
pelo rev. Carlos Fragoso.
rectamente de
vallaria.
do
Em na vendo asaomar, grita:
As alumnaa do
e
festividade
e
o» Vte
agora abatidisBimo
©
do Sagrado Laus
Sorrindo na desventura,
Herald.
que
recc pção
a
resolução em motivos de saúde. Dizem que lhe succedtrá o general
do
de janeiro.—Ao meio-
tsmbam
tarém para o miserável estado da
Por isso muita alma afflicts,
rios de Lisboa que
regimento de ca
chamando
nistração e dcB melhoramentos por
ra,. porém,
hora todos os
Foi depois d'eases artigoa que o
Concluo
attenção da digna camara de San-
missa
Parisienne e no proprio Ntw Yotk
Saint Cère,
26
perenne
de Geograpbia, ao meio dia e meia
■mis escreveu contra elle uma se
0 conselhd de ministros occupofr
se da substituição do marechal Mar-
fructofl beneficos ds sua boa admi-
Nosaa Senhora da Conceição, com
Reúnem
do exercito,
por todo
E aca enfermes dó sand»?
documentos, que appareceram ago
do
Madrid, 17, n.
o concelho os
ex.mo
de Grmes Freire (antiga
condições da Inglaterra, e que os
inglezes entrarão hoie i m Coomassie, ficando terminada a campanha.
factos diversoB achar-ee
ou relatorio
*
só não libeitou o malogrado meço
e
por
aul»,
quanto lhe pediram, mas guardou
£' de notar que Saint Cèce tão
Bolvido.
evidenciado
tf B solemoidadea:
Ltbaudy, um iogenuo, deu tudo
enfeimo
rua
rev. LopeB
tage.
tem
franciscana.
De corpo ealma!... Bemdita!...
evidencia a chan
tencia e do pais. E aaiim ficou re
Martins
depois, mais 40:000 francos.
á
especialmente a actual
que
por parte da policia e dos srs. drs.
e pedindo-lhf, pouco tempo
ra e provam
onde psssou o melhor da sua exis
Carreira doa Cavalloi), as seguin
—Oh! bemdita Formosura
de que pastou re-
escolas, quanto é
as
Londres, 17, m
0 «Daily Chronicle* assegura que
o regulo dos achantis acceitou as
o
do
a Lourenço Marques 3
cruzadoresin glezes.
nobre encargo, em memoria do il
Rainha pela virtude!
Mas com que vale á pobr*aa,
acceitando
lustre cidadão, gloria do concelho
votadas
Chegaram
honrar e honrar a re-
commissão,
na
Com que Rei e corte illude,
oesea.
ferida
se
incúria e abandono a que teem si-
Uma
reira
Realisam »e n'este espolia, sita
Rosas dos jardina do paço...
est So dando pe-
camara
que
Rainha pela bellraa!
Tra a tan: bem no aeu regaço
rante o mundo os jornalistas fran
cibo,
crescenton que nunca as forças inSlezas estiveram melhor organisaas para todas as eventualidades.
Sua Ma
piorado a Companhia do Canal de
tenho exacto co
radisndo
caso de perigo nacional as rivalidades de partido desapparecem, e ac-
gcscade a Rkinba D. Amelia.
de mr. Bai
mos correctos a convenienoia de a
vos incitamentos do progresso, ir-
tado das coIonias, agradecendo hontem á noite em Birmingham a ovação que o povo lhe fazia, disse que
a recente crise demonstrou que em
escriptn para o
que actualmente expia n'uma pri
em
do Transvaal
de Deus, qae
dos Perfis
com respeito ás
do
sr. Glauao do Oliveira, d« pois
dominada dos melhores e maÍB vi
em seguida a ulti
numero especial
ca,
menos
sa: ha de pôr se ao lado dos partidários da paz
illustre presidenta da câma-
da leitura do officio expos em ter-
modcB
acaotecimeotos
da ma-
*
como se sabe, foi
O
*s vereações munici-
n'este ramo d^dministrsçãopubli-
veresção,
Os
to estado de conservação.
sentir que se cã? pos-
ra,
pelo
Ijondres, i7, m.
0 «Sfandard» diz que & Inglaterra
cao está ligada á tríplice alliança.
nem se juntará á alliança franco rus-
pais peles seus serviços prestados
certo
0 sr. Chamberlain, secretario d'Es-
ma poeiia de João
exerceu em tempo o
Guedes; sufplente,
expoai
engenheiro e ex ministro
•fto cellular
Cortôa
condição de ella já
e de mantel o em tudo em perfei
E tanto mais notável Be torna a
Antcnio
Londres, 17. m.
Publicamos
muitos arti-
secretario
Victorino Vaa Ju
sob
maia o poder applicar a outro fim
nbecimento.
Manuel Alves do Rio.
Jeronymoa.
hurae
•
go» boitia a Portugal.
Cb;araaolo
de
*
Ntw Ytrk Herald,
no Figaro
Jcfio
Julio
nhã.
Jacques Saint-Cère, qae era ao
corre» oondente
ser muito
de
doa
plo sbrem-se ás
Cfciarasolo.
tempo
supplente,
ção do athaude. As portas do tem-
Saint C ère, e o repoiter do Temps,
mcamo
a
H( je é o ultimo dia da
da politica
Figaro,
o
Dm», ca egreja
foram presos
redactor
ro;
nicr; 4.® bairro i ffectivo,
Sucrier,,
nha o Petit-Suctier,
de Deus
para
escolfaB
ro cffectivo, Mmuel José Montei
Os
camara,
de Santarém
sam elogiar
de 8pmp*i<; 2.* bairro
« ffectivo, Jcsé Martinho
Aqui e acolá.
escolas primarias no con-
nomeados vogaes das
CGmmiBiões
Ad-seio, lu»tra e nâo d^riora ci cabedaes. Por atacado, R. Dias
As
com jardim e accessorios. á
Calais, 16, n.
Ha frascos de 13000 e t*600 réis.
Deposito geral em Lisboa, pharmacia Pire*
a doa ro
-rfiros
126, e encontra-se era. todís as
pharmacias de U ' oa,
L.iucipalmente na pharz.^ ia de A. F
Á
de Azevedo í r ilhos, praça de tf. Pedro; Estácio Sc C.«, Rocio, 59- rias
drogarias de Vicente Pimentel & Quin-
pique, foi o «Neveus», que pertence
tans, rua da Prata, 194; Ribeiro da
Costa & C.*, rua do \rsena!, e em
Belem, pharmacia Franco & Filhos.
Também ahi se encontra o Elixir
ao porto de Bremen.
anti-escrofulosodo medico Quinteila
0
navio que abalroou
no dia 13
com o vapor «Ciscar», e o metteu a
. IASIO ftLBMli»»
CONTRA
A
Amo-a,
TOSSE
PE
FOftç
melhores vantagens na cura das bronchites, coqueluche,
asthma,
tosse
nervosa e em todas as doenças das vias respiratórias.
A' venda na pharmacia Barreiros Lopes, rua de S. Roque, n.
Anemia — Chlorose
Debilidade — Consumpção
133 e
135, Lisboa.
0 FERRO
BBfiVAIS
1 representa exactamcnto o ferro contido
economia.Experimentado pelos principaes i
Ido mundo, passa immediatamenle no i
nio occasiona prisão de ventro, não
estomago, nâo ennegrece os dentes.— T<
vinte gottas em cada comida.
! Exija-se i Verdidiira Marca. — Yeode-xe es todas as P
i*on maior: 40&42,rueSt-Lazare,Pj
iWifiiuau
na'
Manteiga
nacional
De puro leite da fabrica de
CANNAS,
AFFONSO
&
C.'
lia-SE
ATTENÇÍO
productos d'esta fabrica,
aberto ao publico o deposito
—
na rua Nova do Almada, 111.
Manteiga pura, cada kilo mil e cem reis,
A GÍUDIÇO a meu irmão o aviso
" recebido. Se quer que deixe
de executar o que estava projectado para o dia, que era impossível
esquecer, que me falle antes ou
"PELO juizo de direita da 4.» vara cível de Lisboa e cartono
diga onde encontral-o. Precisa explicações. Do contrario cumpro o
de Abreu, correm éditos de 30 dias
a contar da publicaçãi do 2 ° e ultimo annuncio, citando quaesquer
credores
incertos,
no inventario
orph*nologico a que vai proceder-
que pensei, dé por onde der, custe
o que custar. B.
se por fiilecimento do
bicharei
José Maria da Cunha Seixas, je de
?ue é inventariante
Alfredo
dos
assos Carreira, isto para os fios do
§ 4* do art.0 696 do Cod. deiProc.
Aviso
Direcção d'Administra-
Civil.
Lisboa, 10 de janeiro de 1895.
Verifiquei,
0 juiz de direito da 3.
Pereira Leite.
NA PRM4 DANCORA
ção
mas , l e 10 kilos.
vara,
0 escrivão,
G. A de V<uconceUo8 Abreu.
—■
do
Bico
ao presidente da commissão da arrematação,
no alludido deposito,
ADER
49.
Invento privilegiado em Portugal
Rua
até às 11 horas da manhã do dia 23.
Direcção d'administração militar,
Áurea.
17 de janeiro de 1896.
0 secretario da commissão,
pelo alvará n.« 1:127
30
Um bico ordinário, aceso durante Abona ipor
anj< 11 almonte, para dar a íntenmidad© photometeica <ie w 'r®;
1»b. 865 metros cubicou do Ra* por anno
RS. 16$42S
Um bico AUEB n.° 2 tem a intensidade de» véJas econsomoapenaa.no mesmo tompo.no me7tRRr
Todos
exigir
os
o
0__
limeo
freguezes
carimbo
tros cúbicos, máximo garantido, ou..
deve
d'esta
onde se encontra á venda esta FINISsiMA MANTEIGA, fabricada só de natas,
10ga\
isso superior a todas as outras que se encontram no mercado c no
to da fabrica
is natural, foi um tormento.
de
Rua
das
Gallinlieiras,
continuarei
a viver
da esperança de
Mil b...
Scott
da
um
Alimento
Figueira)
E* receitado pc
mundo em casos
de
do teu amor e
e
pintura
A
TJKLLA
A
Sueca,
R.
M
gEMPRB,
eo REIS 8EMANAE8
por 60 réis. Também se vende o
•Salon de la Moda», «Moda Elegante» «Gran Moda», «Branco e Negro»,
«Bibliotheca Pudica», «Saeta» e muitas outras publicações recreativas e
S. Julião, 51.
todo o
medicos
Casa
de artes.
As revistas de modas pagão para
de Lisboa mais 5 réis em nuportes de correios,
avente em Porli-
sempre,
sempre.
Se-
ial
Seguros
Fraqueza
e
Perda
de
Manuel Francisco
Forças.
E' agradavel ao paladar e é mais efli-
Wlousinhos dAlbuquer-
Boa
da
Tia
crófula,
DO
DE
CABELLO,
Tosses,
Es-
Anemia, e Ra-
e
Promove
1896
5
t... 8 n...
USSAGlRill
rAQUMBotf roni
LINHA TRANSATLANTIC*
■•Iro.
SANDALO
MIDY
ções; cura em 48 horas os corri-
sPvN
mentos, e é de toda a efficacia nas
moléstias da bexiga, na
stitue sua côr natural ?
cólo,
Cura a caspa e outras
no
catarrho,
•
cystite de
na
hema-
turia.
eruptivas do
Paris,
pericranco s
Todos os
Vou 400315. A'
Sahirio os seguintes paquetes: LA PLATA,
co mm
8,
Rue
Vivienne
EM TODAS AS PHARMACIAS DE PRIMEIRA
Amieira
con-
Osuccessivo augmento
sumo d'estas
aguas,
espera de Bordeaux em 23 do corrente.
BRES1L,
commandante
Minier,
se espera de Bordeaux em 8 de
bem a sua efficacia. Usam-se no tra'
tamento da escrophulose reumathis-
0
mo. moléstias de pelle, ainda as
mais rebeldes, syphilis, padecimentos do estomago, figado e baço, inflamações de qualquer orgãos, úte-
ORDEM.
estado
belleza
Rahirà o paquete:
CORDOOAN,
commandante
nhia, rua de S. Juliao, 142—Pharmacia Azevedo e Filhos—Rocio.
_
s se espera de
TL
le íevereiro.
Cabelleireira
PENTEIA
Rua
•
por
mez,
ou avulso,
da
Fé,
49, rez-do-chão
Rossi-
gnol, que
de
O
Lisbonense
The
25, 1.°—PORTO.
Moléstias
c
do
uma loucura
andar a fazer experiências
de
um remédio
garantido cuja efflcacia seja facto assignalado e
inquestionável
PAQUETE
O Extracto
Salsaparrilha
Composto Concentrado
de Ayer 6 conhecido e
dk
rc-
commendado pelos medicos mais intelligentes
ORCANA
dos paizes
adiantados, já durante 40 annos.^
Centenas de milhares
tantas testemunhas da sua cfllcacia positiva o
tacomparaveL
.
corrente.
AIRÃO
algum
lugar
para
64,1.°.
no
Caes
.'
do
Ayres,
Valparaiw
«
OS
PAQUETES
19 de fevereiro,
a 4 de março,
de 2.a classe,
por Pernambuco e Bahia
0 paquete Orcana não recebe
••
—paquetes
•Os paqi
Orissa e Liguria
para onde só recebem malas e pa*
Fas-se abatimento is famílias
para os portos do Brasil
I e Rio da Prata.
Na passagem de 3.» classe nor estes
vapores, está ínclui-
do vinho i hora da comida, cama, roupa,
bordo"hVcriadosTcosinheiros portugueses e medico.
A bo
Para
Vigo,
La
e
Pallice,
(La
Rouchelle)
Liverpool
carga.
jDzr,. j.
Trata-se
Buenos
| Orcana a 22 de janeiro.
•Orissa a 5 de fevereiro.
PREPARADO PELO
Tein
Company
de doentes tem
colhido beneâcios do seu emprego e são outras
do
Navegation
_ Portos do Pacifico.
com misturas iuferiorcs compostas cie drogas
ordinarias ou dc plantas indígenas cuja efficacia
Pacifico
22
lonteYiden,
Sangue.
Lancem mão, sem demora,
a
Steam
m.Bahia.
Bailia, Ri»
Rio deJandrt.
Pernambnca,
aão 6 confirmada pela scicncia, emquanto que a
moléstia cada vez vai ganhando terreno.
Espera-se
Pacific
porE'
O
travessa d'Àssumpção,
provenientes da impu-
reza
do
da
Augusta 202 e 204
rara a cura «fficaz e prompto dat
Janeiro
à C.«, aaái
est í estabelecimento acha-se com
pletamente
pharmaciaa e lojas de
Representantes: James Casseis & C.». Rua Mousi-
los
R.
12
a 14 de
Para
pALÇADÍ
)0 de luxo, feito pelas
^ uJtim
Itimos figurinos. Sapataria
esquina
de
Bordeaux de 6 a
se espera do
neiro.
PORTUGAL,
As elegantes
LOWELL, MASS., EST. UN.
Rio
Tiart
Bahirio
BRE'SIL,
nos domicílios.
do
rUEPÀRADO PELO
o
iaaeftrei
•aatoR,
(a S. iosé)
Ayeb SC
«a-
ean il4
flo-
rescente
Para
de
farft
conser-
vando oa em
nho da Silveira,
paquete BRE'SIL nio
Bfte
ro, ovários, entestmos, leucorrhéas,
anemias e cholorose.
Deposito no escriptorio da compa-
Torna os cabellos ma-
k' renda nas principaes
perfumarias do reino.
Hei
chloretadas
da
pahiba, as Cubebas eas injec-
Impede seu cahir e re-
C-
Bli
Baule,
cabellos:
JDR. CT.
I AUTISM
•o, Balata»
7 m...
dias. Espera 532416.
vista. M 65t 21.
Aguas
e viçoso do»
cios e sedosos,
pudings, que se vendem
peixe ás costas n* um envoltorio côr
dc salmão.
E' Inoffensivo e dispensa a Co-
moléstias
" em
esta novidade
da Confeitaria Nacional, rua da Bitesga, 59 a 65.
crescimento
abundante
OECOMMENDA SE
Nenhuma é verdadeira sem a marca
registrada de um homem com um
Frasco 900 réis, meio frasco 500 réis.
physiologicas.
o
Gongunhanas
chitis.
Preparado sob bases «cientificas
Compagníi
a 20 réis, embora se possam considerar uma verdadeira especialidaíe
preparado por SCOTT & BOWNE, Chimicos.
Nova York. K venda em toda» as Pharmaclas.
AYER,
que
Phtliisica,
Pulmonar,
Bronchitis,
tarde,
Victorianno Estrella Braga.
VIGOR
de
Fraqueza
pou ordem do ex
sr. presidente e psr& cumpnmento do aMw
i
1G • dos estatutos 6 convocada a assembléa 8®"'d||tfar(1f Pni
nhia para se reunir no dia 30 do corrente, pelas sete »>"«
seu escriptorio, largo do Corpo Santo, n.' 13
Lisboa, 13 de janeiro de 1896.
[Q secrelari0i
Cura
Midffes
Padaria» M, *.•
LISBOA
caz que o Oleo simples
Fidelidade
u
MODA
E' a melhor revista de modas que
se fornece em Portugal, por os seus
atrativos, novidades em
debuxos, que repaite todas as semanas, com a maior regularidade,
Hylaria
edição.
ULTIMA
de modas
f ições por J. Girão. Carta á R.
^ de Santo Antão, 9, 3 °
Poderoso.
Companhia
nistração militar.
melhor futuro...
Desenho
Fado
Praça
Não
18
E'
(A'
Aspirante graduado alferes da admi-
rsr. E juro-t'o: só pensei n isso e
em ti, até ao dia em que depois me
pagaste
tão
generosamente
as
amarguras de tantas horas. Agora...
A nata do Olco de Figado de Bacalháojcom hypophosphites de cal c soda.
18,
lho Pinto.
ei coragem para outra prova como aquella. Seria preferivel mor-
/»opo
FEDIEOS A' AQKNCJIA: IB, Largo do Corpo Santo, Iaaboa.
Emulsão
Eugénio Luiz Madeira de Carva-
"MA penúltima vez que te vi, soffri muito, muito. A tua frieza,
Economia «usual do pai de nm bioo
A duspeza do conservado do um. bico AUc>oi
temente tratado, NA0 PASSA DE l$000 BEIS POR AHNO,
INCLUINDO MANGAS, sondo assim a
ECONOMIA ANNUALl RS.7$500
casa
se refere o
o no «Diápublicado
de roupas e objectos de cirurgia do
exercito, até 31 de dezembro do
corrente anno, devem ser entregues
Condecorações
economia
a que
rio do Governo» n0 5 de 8 do corrente mez, para o fornecimento de
diversos artigos de linho, algodão,
canhamaço e estopa para o deposito
k. C. Bragança I Haali
A
militar
r__r
A.sannuncio
i latas de 257, 500 gram-
Cuidado com as imitações
F.
"Mão responde? Diga só se foi
ir p.
^ por entender
pedido que... a
uma só palavra
pala
vi.
a
MUITA
G.
Amo-a
(a... de...-60)
O XAROPE peitoral balsamico preparado pelo pharmaceutico Luiz
Barreiros Lopes, é um peitoral por excellency e usa-se com as
VTA
Amo-a,
Sodré,
C.
Jirz-Ezz.
Sc Ca.,
11, Mass., Est.-Uuidos.
as principaes pharmaclas e droga-
J
âa!"™
Preço em toda a parte 1*000 o frasco.
&
C.'
Rua de Mousinho da Silveira, 25, Porto.
PAQUETE
T?*gem pw*SIp»rU par
IBERIA
sit» nm tí«,
pidt mtii eommoila qae por Bordeai.
P*r» passagens trata-se com os agentes
«paAAx Jambs CASSKLa & Ca., xua
Os agentes
E. Pinto Basto
0
NO PORTO
H. Kendall
Bua
|
C.*
|
Infanta D. Henrique, 39 |
U
HIUm, é aaii nw
r„onl
EM LISBOA
1. Pinto Basto A O..*
0«e« ío Sodré, 64,1

Benzer belgeler